Contratação de Neymar destruiu clima no PSG, diz jornal

Matéria do El País revela motivos além da disputa por cobranças de pênaltis

Por Redação em 26/09/2017 13:15


Apesar da briga de Neymar com Cavani ter exaltado os ânimos dos jogadores do PSG no vestiário, o El País aponta o dono do clube, Nasser Al-Khelaifi como principal culpado pelos problemas nos bastidores do clube. 

Segundo reportagem do jornal espanhol, Al-Khelaifi teria avisado para alguns nomes importantes do clube, por telefone, que eles teriam de ser transferidos.

Entre os jogadores que receberam ligações estariam: Di María, Pastore, Matuidi, Lucas Moura, Draxler, Ben Arfa, Aurier e até Thiago Silva. Desses, apenas Matuidi acabou sendo negociado. Segundo o jornal, a venda se deu por ameaça de investigação da Uefa sobre a compra de Neymar, que custou mais de 800 milhões de reais aos cofres do time parisiense.

“Sua saída semeou o desânimo. Em maior ou menor medida, todos os integrantes do plantel se sentiram tratados como mercadoria em troca de abrir espaço para Neymar. No vestiário pairava uma pergunta: ‘Quem ele acha que é? Messi?’. À frente dos indignados, estava Edinson Cavani”, relatou o jornal.

Fonte: Notícias ao Minuto

Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *