Mãe que injetou insulina em bebê saudável tem síndrome rara, diz defesa

Mãe que injetou insulina em bebê saudável tem síndrome rara, diz defesa

A defesa do de um casal acusado de tentativa de homicídio contra o próprio bebê em Brasília afirmou que profissionais que atendem a família e o Ministério Público avaliam se a mãe sofre de Síndrome de Munchausen por procuração – condição rara que faz com que pais inventem sintomas ou provoquem ferimentos nos filhos para conseguir atenção ou fingir uma doença. As informações são do G1.

O casal foi indiciado pela Polícia Civil e denunciado pelo Ministério Público após a mãe ser flagrada aplicando injeção de insulina no bebê enquanto ele estava internado no Hospital Universitário de Brasília. A criança foi internada após sofrer convulsão.

No hospital, o bebê melhorou com o tratamento, mas os médicos decidiram investigar se ele teria a doença citada pelos pais. Exames feitos na criança apresentaram, porém, resultados inconclusivos. Os testes foram repetidos e continuavam apontando que o quadro de hiperinsulinismo não tinha origem genética. Um terceiro exame, feito em um laboratório particular, comprovou as suspeitas.

Em maio deste ano, os pais ganharam na Justiça uma indenização de R$ 70 mil pela morte de outra filha. O casal alega que ela sofria de hiperinsulinismo congênito e morreu aos 2 anos, em janeiro de 2016, sem receber tratamento do governo do Distrito Federal. A Procuradoria-geral do GDF recorreu da decisão.

Fonte : Noticias ao Minuto

Comentarios