BURITIS: Bando invade propriedade e é colocado pra correr a tiros de escopeta

Por Redação em 06/12/2017 12:54


   Por volta das 23 horas de sábado (02/12), uma guarnição da Polícia Militar foi acionada a comparecer na Rua Vassouras, onde havia um homem baleado. No endereço indicado os Policiais identificaram a vítima como sendo um menor de 17 anos, que estava na varanda da casa do amigo F.S.R. de 26 anos, de alcunha Chapolin, quando foi baleado. Uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) socorreu o menor ao Hospital Regional com pelo menos 06 perfurações pelo corpo, aparentando ser em uma mão, um braço, tórax e abdômen. A Patrulha Bravo foi abordada por um jovem e informada que tinha acabado de acontecer um roubo no sítio de seu pai, localizado na Linha Santa Helena, sendo que 03 elementos invadiram o local e houve troca de tiros entre os marginais e o sitiante e que um dos marginais tinha sido alvejado. No hospital o menor confirmou a participação no crime e confirmou também a participação de F.S.R. de 26 anos, de outro elemento e de uma mulher que ele não soube informar os nomes. Na Rua Vassouras o suspeito contou aos Policiais, que perto das 19 horas, o menor, um homem e uma mulher em um Fiat Uno de cor prata foram até sua casa lhe convidar para participar do roubo a um sítio. O suspeito disse que aceitou e que quando chegaram ao sítio, aconteceu um tiroteio e o menor acabou sendo alvejado. Em seguida todos fugiram correndo deixando a arma do menor para trás e foram para sua residência na Rua Vassouras, onde deram um tiro pra cima na tentativa de acobertar a invasão ao sítio e fazer com que os vizinhos pensassem que o menor tinha sido atingido na varanda da casa. O sujeito disse ainda que as armas ficaram com o homem não identificado e que o irmão do menor tinha acabado de sair de sua casa em direção ao Hospital Regional. Afirmando que C.L.S. de 18 anos, irmão do menor sabia do roubo e conhecia o homem e a mulher do Fiat Uno. O irmão do menor e o suspeito de 26 anos foram conduzidos a UNISP em Buritis, enquanto os Policiais Militares: Rivelino, Souza e Braga se deslocaram ao sítio, onde o agricultor I.B. de 61 anos, disse que estava em sua propriedade, quando vários indivíduos usando capacetes e com armas em punho e começaram a bater na porta chamando a vítima, em seguida os elementos empurraram um quadriciclo para a porteira do sítio, momento em que percebeu que o ônibus trazendo a sua esposa estava chegando e como a sua esposa corria o risco de desembarcar e ser feita refém iniciou a troca de tiros usando uma espingarda calibre 12 mm com 02 cartuchos deflagrados e 03 intactos, sendo que os marginais correram deixando uma arma para trás uma arma de fabricação caseira de calibre 22 mm com uma munição intacta. O menor foi encaminhado a Porto Velho e a ocorrência nº 207516/17, foi registrada na 1ª Delegacia de Polícia Civil para as devidas providências.

 

Fonte: Ariquemes 190

Comentarios

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *