Pilotos brigam e deixam cabine em voo na Índia

Pilotos brigam e deixam cabine em voo na Índia

Dois pilotos da companhia aérea Jet Airways, da Índia, foram afastados de suas funções porque teriam protagonizado uma briga em pleno voo e, logo em seguida, deixado a cabine de comando com o avião em modo piloto automático.

A empresa garantiu, por meio de um comunicado, que tudo não passou de um “mal-entendido” que foi resolvido “rapidamente e de forma amigável”.

Segundo a Jet Airways, o “mal-entendido” aconteceu entre o copiloto e a piloto da cabine de comando no dia 1º de janeiro, em um voo entre Londres e Mumbai, e ambos foram suspensos enquanto o incidente está sendo investigado. Além disso, o Conselho Geral de Aviação Civil da Índia (DGCA, na sigla em inglês) suspendeu ontem a licença de ambos.

Segundo o jornal Times of India, o copiloto supostamente agrediu a piloto da aeronave com um tapa após uma discussão. A comandante do voo então deixou a cabine com os olhos cheios de lágrimas.

Em seguida, o copiloto seguiu os passos de sua colega, deixando o avião – com 324 passageiros, entre eles dois menores de idade – em modo de piloto automático. Os dois voltaram a discutir, mas retornaram à cabine para proceder com a aterrissagem em Mumbai, segundo o jornal.

REVISTA VEJA

Comentarios