Urupa Notícias

A expulsão aconteceu no meio da gravação, na manhã desta terça-feira

Oapresentador e dono do SBT Silvio Santos decidiu expulsar Mara Maravilha do “Jogo dos Pontinhos”. Segundo revela o colunista Flávio Ricco, do UOL, Silvio não quer mais a apresentadora no quadro.

A publicação refere que o motivo seria porque Mara estava “atravessando” muito as brincadeiras, querendo aparecer demais. A expulsão aconteceu no meio da gravação, na manhã desta terça-feira (16). De acordo com a coluna, Mara estava interferindo nos trabalhos do quadro.

O dono da emissora pediu para a produção do programa chamar Rebeca Abravanel ou Dudu Camargo para o lugar de Mara. Caso Rebeca não aceite o convit, Dudu poderá entrar para o “Jogo dos Pontihos”.

Na próxima gravação, que deve acontecer na quinta, Mara já deve estar fora.

Fonte: Notícias ao Minuto

Bombeiros atenderam pelo menos 15 ocorrências envolvendo jacarés na capital de Santa Catarina

Mais de 50 ocorrências envolvendo jacarés foram registradas pelo Corpo de Bombeiros Militar em Florianópolis na última semana. A corporação e o Ibama (Instituto Brasileiro de Meio Ambiente) informaram que é possível que o aumento no número desses animais em áreas urbanas tenha ocorrido devido ao grande volume de chuva na semana passada.

“Nós recebemos 50 chamados, mas de fato atendemos de 15 a 20 ocorrências porque muitos se referiam ao mesmo animal”, explicou o 1º tenente do Corpo de Bombeiros, Felipe Pires.

Segundo o G1, pelo menos três desses animais foram capturados pelos bombeiros nos últimos dias

Na manhã desta terça-feira (16), 14 jacarés foram flagrados pela equipe da NSC TV tomando banho de sol em uma área de mangue no bairro Santa Mônica, próximo a um shopping.

“Pelo extravasamento do volume do manguezal, onde é o habitat mais concentrado desses crocodilianos, eles se expandiram e foram procurar novos habitats. Não deixa de ser uma consequência natural ao evento atípico que aconteceu com essas chuvas semana passada”, explicou o analista ambiental do Ibama, Alessandro de Souza Queiroz.

Fonte: Notícias ao Minuto

A decisão foi tomada pela presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Carmén Lúcia

Aministra Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), negou um pedido de liminar (decisão provisória) em habeas corpus e manteve a prisão preventiva de um grupo de policiais acusados da morte de dez pessoas em uma fazenda de Pau D’Arco, no Pará, em maio de 2017.

A decisão de Cármen Lúcia é desfavorável a dez policiais militares que entraram com recurso no STF após a ministra Laurita Vaz, presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ter ordenado, em dezembro, que os acusados voltassem a ser presos preventivamente, a pedido do Ministério Público do Pará.

Já presos desde setembro, por ordem da Vara Criminal de Redenção (PA), os acusados haviam sido soltos no fim do ano passado, após habeas corpusconcedido pelo Tribunal de Justiça do Pará (TJ-PA), motivo pelo qual o MP-PA recorreu ao STJ.

Na decisão em que determinou que os policiais voltassem a ser presos, a ministra Laurita Vaz escreveu terem sido apontados pela acusação diversos indícios de associação criminosa para a prática de homicídios, torturas, ameaças a testemunhas e manipulação da cena do crime.

Para Laurita Vaz, caso os policiais sejam soltos, “as vítimas sobreviventes, testemunhas, estarão desprotegidas. A colheita de provas também estará ameaçada, uma vez que, como ficou claro, os envolvidos possivelmente não hesitarão em repetir a conduta anterior”.

No recurso ao STF, os advogados dos acusados argumentaram que o recurso do MP-PA ao STJ, que manteve as prisões, não seria cabível, por questões processuais. A ministra Cármen Lúcia, que despacha em regime de plantão durante o recesso da Corte, não acolheu os argumentos.

Após negar a liminar para soltar os policiais, Cármen Lúcia pediu nova manifestação do Ministério Público sobre os argumentos das defesas e deixou o mérito da questão para ser resolvido pela relatora do habeas corpus, ministra Rosa Weber, na volta do recesso, em fevereiro.

Entenda o caso

Deflagrada em 24 de maio, a reintegração da Fazenda Santa Lúcia foi autorizada pela Vara Agrária de Redenção (PA), que expediu mandados de prisão e de buscas e apreensões contra os posseiros, com base na denúncia de que estariam envolvidos na morte de um segurança da fazenda e em outros crimes.

Os policiais envolvidos disseram ter sido recebidos a tiros pelos posseiros, mas, um mês e meio após o início das investigações, a Secretaria estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) e a Polícia Civil anunciaram que os laudos periciais apontam que não houve confronto. Os exames balísticos indicaram também que alguns dos sem-terra foram executados. Nenhum policial foi ferido. Com informações da Agência Brasil.

Por:  Notícias ao Minuto

Muita gente já ouviu dizer que segurar o espirro pode fazer mal à saúde, mas poucas pessoas sabem explicar exatamente por quê. Um caso ocorrido na cidade de Leicester, no Reino Unido, porém, serve de resposta.

Em um artigo publicado na última segunda-feira, pelo periódico científico “British Medical Journal Case Reports”, médicos de Leicester descrevem o caso de um homem de 34 anos que chegou ao hospital relatando dificuldades de deglutição, além de uma “sensação de estalar” no pescoço, que estava inchado. O paciente percebeu os sintomas após impedir um espirro apertando o nariz e fechando a boca. Como consequência, sofreu uma fratura grave na garganta. O caso foi surpreendente, segundo médicos que atenderam o homem, porque a ruptura da parte de trás da garganta só é normalmente vista em episódios de traumas e acidentes.

O episódio é um caso extremo, mas, sempre que um pessoa tenta prender um espirro, ela reverte para dentro do corpo uma pressão enorme. “Quando se espirra, o ar expelido chega a uma velocidade de 240 km/h”, explica o médico Anthony Aymat, diretor de atendimentos de orelha, nariz e garganta do Hospital Universitário de Londres Lewisham.

Ou seja, quando alguém segura essa “bomba”, em vez de jogá-la para fora, ela “explode” dentro do rosto, podendo causar dores nos ouvidos, na garganta e no peito. Segundo o doutor Zi Yang Jiang, cirurgião de cabeça e pescoço da Universidade do Texas, apenas um ou dois casos de rompimento da garganta são diagnosticados a cada ano, o que torna a ocorrência desse problema extramamente rara.

FONTE: EXTRA

Capital russa bateu “recorde de escuridão” no último mês

Omês de dezembro foi de escuridão na capital russa. Durante os 31 últimos dias do ano de 2017, Moscou registrou apenas seis minutos de sol, contra a média de 18 horas nos anos anteriores.

”O último mês de dezembro foi o mais escuro na história de observação meteorológica em Moscou”, informou a agência de meteorologia local, a Meteonovosti. “Foi uma situação extraordinária a deste a ano”, ressaltou, por sua vez, Roman Vilfand, chefe do Meteonovosti.

De acordo com ele, a temperatura ficou 5,8ºC acima da média para o mês, o que provocou ciclones e, consequentemente, uma forte presença de nuvens, as quais deixaram a cidade nublada.

O último recorde de “escuridão” em Moscou tinha sido registrado em dezembro de 2000, quando Moscou viu a luz solar por apenas três horas durante todo o mês. Com informações da Ansa.

Fonte: Notícias ao Minuto

“E olhando seu Instagram, nem se você me pagasse eu ficaria com você… Por isso que tá solteira até hoje, vai ficar pra tiaaaa!”, escreveu após ser chamado de brega

Gusttavo Lima não gostou nada do comentário de uma seguidora em uma foto do Instagram e resolveu responder. Ele foi chamado de brega pela internauta e não poupou na réplica.

Na imagem postada, o cantor aparece sem camisa, no mar. Uma seguidora escreveu nos comentários:  “Se fosse solteiro, e me quisesse, podia arrastar a bunda no asfalto sem cueca que eu não dava moral! Bregaaaaaa”.

Nada feliz com as palavras, o sertanejo rebateu: “Ainda bem que sou casado, tenho uma família maravilhosa, um filho lindo, uma carreira abençoada, uma mulher maravilhosa… E olhando seu Instagram, nem se você me pagasse eu ficaria com você… Por isso que tá solteira até hoje, vai ficar pra tiaaaa!”.

Notícias ao Minuto

 

Fonte: Notícias ao Minuto

A funcionária da escola de São Sebastião do Caí foi presa preventivamente, a criança de dois anos passa bem.

Afuncionária de uma escola em São Sebastião do Caí foi presa na tarde desta sexta-feira (12) em São Sebastião do Caí, cidade a cerca de 80 km de Porto Alegre.

Uma câmera de segurança localizada na sala de aula registrou a agressão. A funcionária gira o bebê conforto onde a criança está deitada, e na sequência pega um travesseiro e aperta contra o rosto da bebê. Ela para a agressão quando duas outras funcionárias entram na sala.

Segundo o G1, a menina de dois anos estava há apenas quatro dias na creche. A família relatou que a criança voltava pra casa chorosa e sem vontade de voltar ao local. A professora foi demitida e presa preventivamente. O delegado que investiga o caso afirmou que vai ouvir o seu depoimento antes de decidir por qual crime ela será indiciada.

Logo depois de divulgadas as imagens a prefeitura de São Sebastião do Caí, anunciou através da sua assessoria o rompimento de todos os sete contratos que mantinha com a escola.

Fonte: Notícias ao Minuto

Se governadores não tomarem medidas drásticas até o fim do ano, vão entregar um rombo bilionário para seus sucessores

Em um período de três anos, os Estados saíram de um resultado positivo de R$ 16 bilhões em suas contas para um déficit de R$ 60 bilhões no fim de 2017. Isso significa que os governadores assumiram seus postos, em 2015, com o caixa no azul e, se não tomarem medidas drásticas até o fim deste ano, vão entregar um rombo bilionário para seus sucessores.

O levantamento feito a pedido do Estado pelo especialista em contas públicas Raul Velloso mostra o resultado de uma equação que os governos não conseguiram resolver: uma folha de pagamento crescente associada a uma queda na arrecadação de impostos por causa da crise econômica. “É o mandato maldito”, diz Velloso. “Diante da pior recessão do País, os Estados saíram de um resultado positivo para um déficit histórico.”

O Rio Grande do Norte foi o Estado cuja deterioração fiscal se deu mais rapidamente nesse período. Depois de ter acumulado um superávit de R$ 4 bilhões entre 2011 e 2014, entrou numa trajetória negativa até acumular um déficit de R$ 2,8 bilhões de 2015 a outubro de 2017.

Esse descompasso fiscal pode ser visto nas ruas. Com salários atrasados, a polícia civil entrou em greve e uma onda de violência tomou o Estado no fim do ano. Os policiais encerraram a paralisação, mas servidores da saúde continuam em greve.

Além do Rio Grande do Norte, os casos de desajuste fiscal que ficaram mais conhecidos foram os do Rio de Janeiro e de Minas Gerais. Mas outros Estados seguem o mesmo caminho, como Goiás, Pernambuco e Sergipe. Eles estão entre os mais mal avaliados pelo Tesouro Nacional sob o ponto de vista de capacidade de pagamentos. “Há uma fila de Estados prontos para passarem por uma crise aguda (como a do Rio Grande do Norte)”, diz o economista Leonardo Rolim, consultor de orçamentos da Câmara.

Para o economista Marcos Lisboa, presidente do Insper, o grande vilão do déficit estadual é o aumento da folha de pagamento dos Estados, que precisa, a cada ano, arcar com um número maior de aposentados. “O envelhecimento da população é muito rápido e, por isso, o aumento dos gastos também.” De acordo com o levantamento de Velloso, as despesas e receitas anuais dos Estados empataram em 2014, atingindo R$ 929 bilhões cada uma. Desde então, as receitas recuaram de forma mais abrupta: atingiram R$ 690 bilhões nos dez primeiros meses de 2017, enquanto as despesas somaram R$ 715 bilhões.

Do lado das receitas, além da crise reduzir a arrecadação com impostos, o corte de repasses do governo federal acentuou a dificuldade dos Estados. “Até 2014, o governo dava empréstimos que mascaravam a situação”, afirma a economista Ana Carla Abrão Costa, que foi secretária da Fazenda de Goiás até 2016.

Se, nos últimos anos, o desajuste fiscal já obrigou a maioria dos Estados a reduzir investimentos, neste ano, o corte deve ser ainda maior. Isso porque, como é último ano de mandato, os governadores não podem deixar restos a pagar para os que assumirem em 2019. Tarefa que, para Velloso, é impossível. “Não tem a menor condição de eles zerarem esses déficits.”

Já Rolim diz que os governadores poderão recorrer a manobras, como o cancelamento de restos a pagar. “É uma espécie de calote. Despesas com obras não concluídas, por exemplo, não tem problema, mas fornecedores poderão ficar sem receber.”

Para Ana Carla, as contas vão acabar fechando porque o ano é de eleição. “Como não podem deixar restos a pagar, os Estados vão buscar recursos extraordinários como nunca”, afirma. O superintendente do Tesouro de Goiás, Oldair da Fonseca, afirmou que o governo trabalha com austeridade para não deixar restos a pagar para 2019. Ele destacou que o déficit de 2017 ficará em R$ 900 bilhões – em 2015, havia sido o dobro.

O secretário das Finanças do Rio Grande do Norte, Gustavo Nogueira, afirmou que a raiz do problema é o déficit previdenciário. O governo de Pernambuco disse que não considera como despesa total as despesa empenhadas (autorizadas), como foi feito no levantamento, e que fechou o ano com receita para cobrir seus gastos. O de Sergipe não retornou.

O governo do Rio afirmou que sua situação foi muito prejudicada pela crise, já que sua economia é dependente da indústria do petróleo. O de Minas Gerais informou que já recebeu o Estado em situação delicada e que a folha de pagamento tem deteriorado as contas ainda mais. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Por: Notícias ao Minuto

Na manhã desta terça feira(16), o vereador suplente e Jornalista do site Jornal de Rondônia, Ueliton Brizon sofreu um atentado na Av. 7 de Setembro em Cacoal.

Segundo as informações, Ueliton foi alvejado por 4 disparos de arma de fogo, quando saia de casa juntamente com sua esposa.

A vítima ainda chegou a ser socorrida até o Heuro de Cacoal, mais infelizmente não resistiu aos ferimento e veio a óbito, a Policia Militar juntamente com Policiais Civis, estão fazendo buscas pela cidade e colhendo informações para chegarem até o autor ou aos autores de mais esse crime de assassinato.

Um boletim de ocorrência foi registrado e o caso foi entregue ao delegado de Plantão para as providências cabíveis.

Ueliton Brizon deixa a esposa e três filhos.

Fonte:  Notícias 190

Garota de 13 anos alega que passou nota recebida de vereador em supermercado

Uma adolescente de 13 anos foi levada para a delegacia após tentar fazer uma compra num supermercado de Primavera do Leste (247 quilômetros de Cuiabá) com uma nota falsa de R$ 100. O mais “chocante” foi a revelação da criança em depoimento aos policiais civis.

A criança informou que “ganhou” a nota do vereador Josafá Barbosa (PP) após praticar sexo oral com ele.

Conforme relato, no domingo (14) a adolescente foi até um supermercado da cidade para comprar. No momento em que pagou, apresentou uma nota falsa no valor de R$100.

O funcionário chamou a polícia e na delegacia a menina contou que teria recebido a nota do parlamentar. Segundo ela, foi o “pagamento” por fazer sexo oral nele.

A revelação chocou os policiais que ouviram a criança. O caso será investigado pelo delegado Bruno Moraes Carvalho que já instaurou inquérito para averiguar as investigações. O vereador pode ser investigado por exploração sexual.

Fonte:  Folha Max

Os Comentários abaixo não Expressam a opinião do Site Urupa Notícias e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores.