Bolsonaro é rejeitado por 50% das mulheres

Embora lidere as intenções de voto para o 1º turno, Jair Bolsonaro é o mais rejeitado entre os 13 candidatos à Presidência da República. Na última pesquisa Ibope, divulgada nesta terça-feira (18/9), o candidato do PSL é rechaçado por 42% do eleitorado. E são as mulheres as que mais negam a possibilidade de votar no militar da reserva: 50% do eleitorado feminino.

De acordo com os números do Ibope, a rejeição a Bolsonaro entre as mulheres cresceu oito pontos percentuais desde o início da campanha, em 20 de agosto.

Veja a evolução da rejeição a Bolsonaro entre as mulheres:

20 de agosto: 41%

05 de setembro: 49%

11 de setembro: 49%

18 de setembro: 50%

Esse resultado pode representra um mau sinal para Bolsonaro. Segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), as mulheres correspondem a 52,5% do eleitorado brasileiro. Ao todo, são 77.337.918 eleitoras aptas a votar em outubro.

Rejeição a Haddad

Fernando Haddad (PT) é o segundo mais rejeitado: 29% dos eleitores negam a possibilidade de votar no petista. O petista foi oficializado candidato do PT à Presidência em 11 de setembro. Desde este dia, de acordo com o Ibope, a rejeição ao ex-prefeito de São Paulo avançou seis pontos percentuais.

Segundo o levantamento, o movimento de rejeição entre gêneros a Haddad é inverso ao de Bolsonaro. O petista é rechaçado por 37% dos homens e 23% das mulheres.

Na disputa de 1º turno, Haddad subiu 11 pontos percentuais desde o último levantamento do Ibope, realizado em 11 de setembro. O petista consolidou-se em 2º lugar na corrida presidencial com 19% das intenções de voto, atrás apenas de Bolsonaro, que soma 28%.

METRÓPOLES

Comentarios

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here