BR-364

Nervoso, motorista foge do local do acidente e só fica sabendo que atropelou o próprio irmão mais tarde, quando procurou a polícia

Acidentalmente, um motorista de um carro, identificado como Geovane Nogueira de Holanda, de 32 anos, atropelou e matou um jovem que estava deitado na pista da BR-364 em Cruzeiro do Sul, no Acre. Mais tarde, ele descobriu que a vítima era o irmão dele, Lailton Oliveira Aguiar, de 21 anos.

Após o acidente, Geovane ficou nervoso e acabou fugindo do local. Na sequência, ele procurou um primo, que é policial militar, Cleyton Holanda. O policial acionou o Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) e foi até o local. Neste momento, ele percebeu que se tratava do irmão do condutor.

“Foi uma tragédia. Os dois eram irmãos por parte de pai. Meu primo tinha ido buscar os filhos na casa da madrasta e próximo ao destino passou por cima de uma pessoa que estava deitada na via. Ele alega que tinha pouca visibilidade devido à cerração. Após o acidente, com medo de represália, veio à minha casa e contou o ocorrido”, contou o PM ao ‘G1’.

O policial disse ainda que Geovane só ficou sabendo o homem que atropelou era o próprio irmão na manhã do dia.

“Meu primo ficou em minha casa. Quando eu cheguei ao local [do acidente], já havia uma guarnição e identifiquei que se tratava do irmão do meu primo. Conversei com o delegado Luis Tonini, falei da situação em que se encontrava meu primo. Ele está em estado de choque. Quando soube que se tratava de seu irmão, entrou em paranoia. Está tomando medicação e não consegue comer nem dormir”, revelou.

Ainda segundo Holanda, há informações que Lailton tinha passado a noite numa festa. “Momentos antes [do acidente], estava com um serrote ameaçando as pessoas e carros que passavam. Um outro irmão foi tentar tirá-lo da BR, mas foi atingido com um soco no rosto e decidiu sair do local. Existe um mistério, ninguém sabe se a vítima estava viva ou já estava morta na hora do acidente”, especulou.

Geovane está muito abalado e por isso ainda não foi ouvido pela polícia. O corpo da vítima foi levado ao IML e será entregue aos familiares para velório e sepultamento.

Fonte: Notícias ao Minuto

Imagens aéreas, realizadas por drone nesta quarta-feira (10) e disponibilizadas ao RONDONIAGORA pelo internauta Rafael Dias, mostram a dimensão da cheia de trecho rondoniense da BR-364, na antiga localidade Mutum Paraná, a cerca de 200 quilômetros no sentido Acre.

As imagens mostram a BR-364 cercada por uma imensa área de água do Rio Madeira. Nesta quinta-feira, equipes do DNIT e do Consórcio Jirau seguiram para a região para aterrar uma área que cedeu na rodovia federal, na altura do km 871.

Segundo Rafael Dias, que passa semanalmente pelo local, as chuvas são diárias em toda a região.

O DNIT rondoniense intensificou a fiscalização no trecho que pode ser alagado ainda esta semana. Em Rio Branco, equipes da Defesa Civil também se preparam para possível enchente que pode desabastecer o Acre.

De acordo com o Governo do Acre, nesta região, na quarta-feira o nível do Rio Madeira estava em 19,90.

Imagens aéreas mostram dimensão da cheia que atinge a BR-364, em Rondônia, no sentido Acre
Imagens aéreas mostram dimensão da cheia que atinge a BR-364, em Rondônia, no sentido Acre
Fonte:  Rondôniagora
Os Comentários abaixo não Expressam a opinião do Site Urupa Notícias e são de responsabilidade exclusiva dos respectivos autores. 

Um motociclista identificado como Leicimar de Sobral Brandão, 39, morreu no início da tarde deste domingo (24) em grave acidente frontal na BR-364, KM 13, trecho conhecido como ‘Curva do Valverde’, entre as cidades de Ouro Preto do Oeste e Ji-Paraná.

Conforme  informações apuradas, a vítima trafegava em uma motocicleta pela rodovia, quando uma caminhonete que seguia no sentido contrário teria sofrido aquaplanagem, invadiu a contramão  e atingiu o motociclista.

Devido ao forte impacto, a vítima foi lançada para fora da pista e teve morte instantânea. Chovia muito no momento do acidente.

Fonte: Rondoniaovivo

As primeiras informações dão conta de que por volta das 13h e 50 minutos desta terça-feira, (19), a Central de Operações do Corpo de Bombeiros e Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), assim como também a Polícia Rodoviária Federal (PRF), foram acionadas para atender uma ocorrência de acidente de trânsito ocorrido na BR-364 no sentido Jaru, há aproximadamente 13 Km do município de Ariquemes – RO, pois teria ocorrido uma colisão entre duas carretas.

 

Imediatamente o Corpo de Bombeiros se deslocou com a viatura Auto Bomba Tanque (ABT) equipada com equipamentos de desencarceramento, pois havia informação de possível vítima presa em ferragens.

 

Juntamente se deslocaram duas viaturas do SAMU e também uma viatura da PRF. Ali chegando, logo os socorristas se depararam com um homem, condutor de uma das carretas, o qual já estava em óbito. No local também havia outras duas vítimas, sendo o condutor da outra carreta e uma mulher, sendo que ambos apresentavam ferimentos pelo corpo.

 

Rapidamente foram iniciados os procedimentos de primeiros socorros as duas vítimas que foram transladadas pelas viaturas do SAMU para o Hospital Regional de Ariquemes, onde puderam passar por avaliação mais detalhada para averiguar a gravidade dos ferimentos.

 

No local ainda não se sabe qual foi o motivo que ocasionou a colisão frontal das duas carretas. Apenas se sabe que a carreta Scania Bi-trem de cor vermelha com placas de Cacoal – RO, que estava carregada com milho a granel seguia sentido Ariquemes e a carreta Scania/R124 de cor Branca com placas de Salto – SP, que estava carregada com animais bovinos seguia sentido Jaru. Vários animais foram mortos devido à violência do impacto.

Fonte : Ariquemes 190

 

 

O acidente ocorreu nas primeiras horas desta segunda-feira, 18, próximo ao no km 17 da BR-364, próximo ao Balneário Piracolino, em Vilhena.

Talita Fonseca dos Santos, de 21 anos, retornava para Vilhena na garupa da motocicleta de um amigo, após ter saído de um compromisso na cidade de Cacoal. A moto se envolveu em um acidente com um carro de passeio e um caminhão.

Chovia intensamente no momento da tragédia e uma Unidade de Resgate dos bombeiros chegou a comparecer ao local, porém, a jovem já estava morta.

Segundo informações levantadas pela reportagem, a logística do acidente aponta que o motociclista, em certo momento, acessou a pista contraria e ao perceber que se chocaria de frente com um caminhão que seguia sentido Porto Velho, retornou bruscamente para a direita, porém, a jovem não acompanhou a manobra e acabou batendo com a cabeça contra o farol do veículo. Um terceiro veículo também teria se envolvido.

Fonte: Extraderondonia

Um rapaz identificado apenas como “Wagner” morreu na hora ao bater de frente com sua moto numa carreta na BR 364 na tarde deste sábado, 09. O acidente fatal aconteceu por volta das 16:00h, a 5 km do distrito do Guaporé, a 90 km de Vilhena.

Após receber imagens do corpo caído, já coberto por lençol, às margens da rodovia federal, a nossa redação ligou para um morador do distrito, que conversou com o motorista da carreta atingida frontalmente pelo motoqueiro, que morava a poucos quilômetros do Guaporé.

Ao retornar à localidade, após o acidente, para comunicar a morte à polícia, o caminhoneiro envolvido no episódio disse que estava seguindo de Vilhena em direção a Porto Velho, quando o motociclista, vindo no sentido oposto, invadiu a pista contrária. O carreteiro ainda tentou frear, mas não conseguiu evitar o choque.

A batida foi tão violenta que a frente do veículo de carga sofreu uma grande avaria. Na freada, a carreta foi atingida por outra, que vinha atrás, mas ninguém se feriu. Wagner teve morte imediata.

Fonte:  Folha do Sul Online