ESPORTE (Pág 8)

Médico afirma que jogador “ficou muito emocionado” ao saber da tragédia. Atleta teria dito à esposa que sonhou com queda de avião e que não desejava voar

O zagueiro Neto só foi informado nesta segunda-feira do acidente com o avião da Chapecoense, que causou a morte de 71 pessoas no último dia 29. Incluindo 19 companheiros seus de time.

A revelação foi feita pelo médico Carlos Mendonça, que contou sobre o acidente para o jogador acompanhado por uma psicóloga. Segundo Mendonça, a equipe que acompanha o atleta tentou ao máximo evitar falar para o atleta sobre o grau do acidente para evitar danos psicológicos. Mas afirmou que não era mais possível omitir o que havia acontecido.

– Nós conversamos com o Neto hoje (segunda), falamos sobre o acidente, ele não sabia do acidente, em comum acordo com a equipe clínica do hospital para que não houvesse nenhum problema na recuperação clínica e no estado emocional dele. Então, junto com a psicóloga, falamos com ele hoje. No início, ficou muito emocionado porque não sabia, mas ele é muito forte e entendeu – disse Mendonça.

– Eu fiquei quase duas horas no quarto conversando com ele sobre esse assunto. Ele me perguntou sobre tudo, eu respondi sobre tudo e ele está totalmente consciente de tudo e acho que isso vai ser bom para a recuperação dele. Porque estava ficando um peso muito grande sobre a família, principalmente, sobre a esposa. Ele perguntava, e a esposa não podia falar. E gerava um transtorno muito grande. Então, levamos até onde deu. Ele está muito bem, tranquilo – acrescentou.

Sonho com acidente  

O médico revelou que o jogador disse para a esposa que, na véspera da viagem para Medellín, sonhou que o avião tinha caído e que não desejava viajar.

– Nas últimas horas, ele já vinha percebendo várias escoriações sobre o corpo, na mão, nas pernas e ele já estava ficando desconfiado, porque não é comum em uma partida de futebol acontecer isso. O pai dele já tinha me falado que estava chegando no limite. Em comum acordo com a psicóloga, nós falamos. Provavelmente ele vai falar isso para vocês, ele teve um sonho no dia anterior da viagem. Ele sonhou que a aeronave estava caindo, uma coisa bem dramática, e ele falou com a esposa inclusive que não queria voar. Então, isso ficou muito marcado para ele. Foi uma coisa bem chocante. Ele teve esse pesadelo.

Segundo o médico intensivista Edson Stakonski, o zagueiro se encontra em estado estável.O Neto está ainda na unidade de cuidados intensivos, está bem, estável, consciente, ficou sabendo hoje de toda a história do acidente, do que aconteceu, mas está tranquilo. Está triste, mas as coisas estão evoluindo bem. Por SporTV.com

Acidente de 

Ônibus e caminhão ficaram destruídos
O presidente da Federação Internacional de Ginástica, Bruno Grandi, emitiu um comunicado nesta terça-feira lamentando a morte de dez ginastas russas após um acidente de ônibus na região de Khanty-Mansiysk no último domingo. O veículo foi atingido por um caminhão após perder o controle em uma estrada muito escorregadia por causa da neve. No total, foram 12 as vítimas fatais.


As ginastas tinham entre 12 e 14 anos e faziam parte de uma equipe russa de ginástica acrobática. De acordo com a agência de notícias, 32 pessoas estavam no ônibus, sendo três adultos.

“Esta é uma notícia muito triste. Nestes tempos difíceis, nossos pensamentos estão com as vítimas, as famílias e seu entes amados. Em nome da federação Internacional de Ginástica e todos os que amam o esporte, expresso as mais profundas condolências”, afirmou Grandi.

As autoridades de Khanty-Mansiysk estão investigando o acidente e deteve para questionamentos o motorista do ônibus e do caminhão.

Por UOL

Ivan Tozzo afirma que decisão é da Conmebol e que o time catarinense receberá a premiação de US$ 2 milhões (R$ 6,9 milhões) dada ao campeão do torneio                                                                Nivaldo Ivan Tozzo Chapecoense (Foto: Amanda Kestelman)

Pouco após o fim do emocionante velório realizado na Arena Condá, o presidente em exercício da Chapecoense, Ivan Tozzo, confirmou que a Conmebol vai declarar a equipe catarinense como campeã da Copa Sul-Americana. Segundo ele, a entidade pagará dois milhões de dólares ao clube, valor que é dado ao campeão da competição. A informação já tinha sido adiantada pelo GloboEsporte.com na quinta-feira passada.

– Sim, a Conmebol vai declarar a Chapecoense como campeã da Copa Sul-Americana. Inclusive a Chapecoense já vai receber a premiação de US$ 2 milhões (R$ 6,9 milhões) pelo campeonato. Já está tudo confirmado. Não sei se vai ter cerimônia para receber a taça de campeão.

De acordo com Tozzo, a partir de segunda-feira começa a fase de reconstrução da Chapecoense. Segundo ele, terminada a etapa de confortar os familiares, agora chega o momento de realizar o planejamento para o ano que vem.

– Nesse momento nós estamos começando a reconstrução do time. As pessoas querem futebol, as pessoas amam futebol em Chapecó. E a grande alegria da nossa cidade do oeste catarinense no futebol é a Chapecoense. Então temos que dar continuidade a isso, vamos conversar e acertar, deixar baixar a poeira, e vamos reconstruir o time para o ano que vem.       Por Globo Esporte

Goleiro da Chapecoense vem se recuperando bem, conversa com médicos e mostra estar bem psicologicamente. Médicos brasileiros falam em “milagre”                                                                                                  Jackson Follmann Chapecoense (Foto: Andre Penner / AP)

O goleiro Jackson Follmann, um dos sobreviventes do acidente que vitimou a delegação da Chapecoense, está consciente da amputação de parte de sua perna direita (abaixo do joelho). Segundo os médicos que cuidam dos feridos em Medellín, atleta reagiu bem à notícia da perda do membro e mostrou estar bem psicologicamente.

– Prefiro a vida à perna. Vamos tirar isso de letra – disse o jogador, de acordo com relato dos médicos que concederam entrevista coletiva neste sábado, em Medellín.

Falaram à imprensa os médicos Marcos André Sonagli, ortopedista da Chapecoense, Edson Stakonski, intensivista de Chapecó, e Ferney Tobón, diretor clínico do hospital San Vicente Fundación, que falaram também da situação dos outros pacientes.                                                                                                                                                                                medicos chapecoense (Foto: Leonardo Lourenço)

O lateral Alan Ruschel respira sem ajuda de aparelhos deste ontem. Está bem e conversando com os médicos. Apesar de ter fraturado uma vértebra, ele não tem lesão medular e está mexendo normalmente os quatro membros.

Já o zagueiro Neto tem fratura na quinta vértebra lombar, a princípio não é uma fratura grave.O jogador, porém, tem perfuração no pulmão. Essa lesão é a que mais exige cuidados.

– Vamos fazer um novo exame para analisar a lesão. Mas só será feito em alguns dias, até que a parte pulmonar dê condições – afirmou Marcos André Sonagli.

Sobre o jornalista Rafael Henzel, os médicos explicaram que ele ainda respira com a ajuda de aparelhos, mas apresenta melhora clínica. Ele também lesão no pulmão, com infecção, mas vem respondendo bem ao tratamento.       Torcedores se emocionam na Arena Condá velório Chapecoense (Foto: Ag. Estado)

Segundo Edson Stakonski, não há uma explicação definitiva para o fato de eles terem sobrevivido à queda do avião.

– Eles tiveram uma segunda chance, o resto é especulação. Não sabemos a posição em que estavam no avião. E na posição em que estavam, provavelmente alguém ao lado morreu.

Marcos André Sonagli vai além. Ao falar sobre prazo para transferência dos feridos ao Brasil, ele disse que eles sobreviveram por milagre.

– Ainda não há previsão (de transferência). Eles ainda se encontram em situações críticas, especialmente na questão pulmonar (Neto e Henzel). Fazer a transferência não é satisfatório. Já estamos na vigência de um milagre e não vamos correr riscos.                                                                                                                                                                          INFO - acidente avião chapecoense v3 (Foto: Editoria de Arte)                                Por Globo Esporte

Os Corpos das vítimas do acidente com o avião no qual viajava o time da Chapecoense já foram identificados e está prevista sua repatriação ao Brasil nesta sexta-feira, disseram à Agência Efe fontes do clube.

“Todos os corpos já foram identificados e serão embalsamados em Medellín. Estamos aguardando para que nas próximas horas a Força Aérea Brasileira possa trazê-los até Chapecó”, explicou o assessor de imprensa do time, Andrei Copetti.

 A chegada dos corpos está prevista “para meio-dia de amanhã (sexta-feira)” e depois acontece um velório coletivo na Arena Condá, sede da Chapecoense, que contará com a “muito provável” presença do presidente Michel Temer.

Não temos a confirmação definitiva, mas tudo aponta que estará conosco”, disse Copetti.

A tragédia do voo da empresa boliviana Lamia deixou 71 mortos, entre eles 19 jogadores da Chapecoense, que viajavam para Medellín a fim de disputar a partida de ida da final da Copa Sul-Americana contra o Atlético Nacional.       fonte: Terra