JARU (Pág 2)

O proprietário da Lanchonete Nova Opção, localizada na esquina das ruas Paraná e Oswaldo Cruz, no Setor 04, em Jaru, foi vítima na noite desta quinta-feira (17) de graves agressões e ficou bastante lesionado.
A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que informaram que estava havendo uma briga na lanchonete e compareceu ao local, mas os agressores já haviam se evadido, já o dono do estabelecimento estava bastante ferido.
A vítima teria sido agredida por pelo menos dois homens e apresentava quatro cortes na cabeça, causados por algum objeto, possivelmente um pedaço de madeira, além de uma lesão no olho esquerdo. Testemunhas informaram à Polícia que também ouviram disparos de arma de fogo.
O Corpo de Bombeiros também foi acionado e compareceu ao local e, após prestar os primeiros socorros à vítima, identificada apenas como Noel, a socorreu à Clínica da Mulher, que vem atendendo os casos de urgência e emergência no município com o fechamento do Hospital Municipal para obras de reforma e ampliação.
O empresário não informou o que teria motivado a confusão que culminou em vias de fato.


Fonte: Anoticiamais

Um homem foi morto pela Polícia Militar na noite desta segunda feira (31) ao atacar um policial com golpes de facão. O elemento identificado como Ismael Dias Teixeira, teria anteriormente atacado uma criança que foi salva pelo pai.
O elemento conhecido como “Mael da Viola”, apresentava distúrbios mentais e já teria sido preso por atacar pessoas.
Segundo informações repassadas pelo pai de uma menina de 13 anos, Ismael invadiu sua casa localizado na rua Maranhão no setor Industrial e atacou sua filha, dizendo “Eu sou Deus, você é minha esposa”, neste momento o pai da adolescente em defesa da filha, entrou em luta corporal como o agressor, sendo este lesionado por mordidas. Mael evadiu-se posteriormente e foi para sua residência localizada próximo à casa da vítima, a Policia Militar foi acionada e se deslocou até a casa do agressor, momento em que Mael investiu com um facão para cima de um policial militar o ferindo com cortes profundos, diante a situação não restou outra alternativa aos policiais militares, se não atirar contra o homem descontrolado.
O Policial Militar foi socorrido ao pronto atendimento de emergência “Clinica da Mulher”, já o acusado veio a óbito no local.

Fonte:Jaru online

Seis veículos colidiram, neste fim de semana, no 472 da BR-364, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), as colisões ocorreram devido a baixa visibilidade no trecho da rodovia por conta da fumaça de uma queimada em uma pastagem, às margens da pista. Apesar dos danos materiais, nenhuma das pessoas envolvidas ficaram feridas.

Segundo a PRF, os quatro automóveis e duas carretas trafegavam sentido Jaru (RO) quando ao passar pelo determinado trecho, o motorista que conduzia o veículo da frente reduziu a velocidade por conta da baixa visibilidade na pista. Entretanto, um automóvel que vinha logo atrás não conseguiu visualizar a carreta e colidiu na traseira do veículo.

Outra carreta, que seguia logo atrás, também não conseguiu avistar o carro da frente e colidiu contra o automóvel, que ficou imprensado entre as duas carretas.

Os demais automóveis também tiveram a visibilidade afetada e com a colisão, os seis veículos ficaram em meio a pista.

O Corpo de Bombeiros foi solicitado para prestar os primeiros socorros às vítimas e, ao chegar no local, constatou que nenhuma pessoa ficou ferida.

Os bombeiros ainda realizaram a contenção das chamas no pasto para cessar a fumaça na pista. A PRF compareceu no local e controlou o trânsito até a retirada dos veículos envolvidos no acidente.

Fonte :G1/RO

Uma carreta ficou com o cavalo completamente destruído após pegar fogo no início da noite desta sexta-feira (23) enquanto seguia viagem pela BR-364, em Jaru. O veículo da marca Mercedes Benz, modelo 1938, incendiou enquanto transportava uma retroescavadeira do tipo esteira, mas o motorista e seu ajudante conseguiram retirar a máquina sem nenhum dano.

Segundo um dos ocupantes do veículo, eles seguiam de Ariquemes com destino a Ji-Paraná, e logo após passar pelo posto fiscal da Polícia Rodoviária Federal em Jaru, perceberam que saía fumaça na cabine. Eles estacionaram o veículo no acostamento da rodovia federal e ainda tentaram apagar as chamas, mas como viram que não conseguiam, trataram logo de retirar a retroescavadeira, para evitar que o prejuízo fosse ainda maior.

O Corpo de Bombeiros foi acionado e compareceu ao local para apagar o incêndio, mas as chamas se espalharam rapidamente por toda a cabine, que ficou completamente destruída.

A PRF controlou o tráfego de veículos nas imediações, que teve que ser interditado por alguns minutos enquanto os Bombeiros controlavam o incêndio, formando duas extensas filas de ambos os lados da BR-364.

Fonte : Anoticiamais

Carreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e VídeoCarreta carregada com retroescavadeira pega fogo na BR-364, próximo ao posto da PRF; Fotos e Vídeo

Dez pessoas foram detidas pela Polícia Militar (PM) na manhã desta quarta-feira (21), após serem encontradas dentro de uma casa com vários objetos sem procedência em Jaru (RO), a cerca de 290 quilômetros de Porto Velho.

Segundo o boletim de ocorrência, o núcleo de inteligência da PM recebeu denúncias de que um homem estava aliciando menores para realizarem crimes.

Na noite de terça-feira (20), os policiais receberam a informação que em uma casa no Setor 7, estava acontecendo uma festa para comemorar roubos e furtos cometidos “com sucesso”.

Durante a abordagem policial, já na manhã desta quarta, foi encontrado o homem suspeito de aliciar os menores e várias outras pessoas na casa. O jovem de 19 anos xingou os militares e ainda incitou as outras pessoas a reagirem a ação policial. Diante das inquietações, foi necessário o uso de spray de pimenta por parte dos policiais, conforme o boletim.

Foram encontradas na casa latas de cerveja e uma churrasqueira improvisada, o que possivelmente confirma a denúncia de uma comemoração no local.

Dentro da casa foram encontrados alimentos, bebidas, materiais de limpeza, produtos de higiene, eletrônicos, utensílios domésticos, acessórios pessoais, ferramentas, roupas, calçados, dinheiro e uma pistola.

Foram apreendidos seis menores e quatro maiores de idade foram conduzidos à delegacia de Polícia Civil de Jaru. Os objetos também foram levados à delegacia e parte deles foi identificado como produtos furtados de um mercado da cidade.

Fonte :G1/RO

Faleceu por volta 10:30h desta manhã (28) Melissa Moraes, a jovem parturiente que mobilizou a cidade de Jaru, e parte do estado na doação de sangue, na tentativa de seu salvamento.

Melissa estava interna na UTI na cidade de Cacoal desde quarta feira (24), após sofrer graves complicações em seu parto ocorrido no Hospital Municipal de Jaru.  Durante este período Melissa recebeu inúmeras bolsas de sangue, e os médicos fizeram o que estava em seus alcances para tentar salvar a jovem que possuía uma hemorragia incontrolável.

Uma grande mobilização foi montada para doar sangue, a quantidade de colaboradores eram tantas que um ônibus estava previsto para partir desta segunda feira, de Jaru ao Hemocentro de Ji-paraná pra arrecadar sangue para Melissa. Mas infelizmente ela não resistiu.

Melissa deixa o pequeno Pietro, o qual ela nem teve tempo de conhecer.

Fonte: Jaru Online

Um acidente ocorrido por volta das 10:00h da manhã desta segunda feira(15) que envolveu pelo menos quatro veiculos, fez uma vítima fatal e deixou outras pessoas feridas, entre elas 02 crianças em estado grave.

Um casal que passava pelo local e pode acompanhar de longe todo o ocorrido.

 Eles seguiam pela BR-364, na altura do Km 417, sentido Ouro Preto à Jaru, próximo a entrada da linha 630, e puderam observar exatamente como tudo aconteceu: Segundo eles, havia uma fileira de veículos subindo a ladeira no mesmo sentido que eles, quando avistaram uma carreta que descia no sentido contrário e foi desviar dos buracos e acabou jogando para o lado dos veículos que subiam.

Ainda segundo o casal, que ainda estavam em estado de choque no momento em que nos repassaram as informações, a carreta saiu arrastando os veículos e acabou saindo da pista com um veiculo que pertencia a uma família de Mato Grosso, que estavam indo visitar alguns parentes em PVH, esta que foi a mais prejudicada no acidente, o carro estavam Jessica, seu esposo Rafael, que entrou em óbito no local, e seus dois filhos, um menino de 07 anos e uma menina de 03 anos.

Ainda foi atingida uma jovem que seguia de motocicleta, e ao cair foi atropelada pela carreta, mas por estar em um vão dos buracos não foi esmagada pelas rodas da carreta.

E um terceiro veículo que seguia atrás que também foi atingido,e acabou capotando com o choque,  porém tiveram apenas ferimentos mais leves.

O casal que acompanhou toda a cena do trágico acidente, socorreram as vítimas do primeiro veículo a Jovem Jessica e seu filho mais velho que conseguiram sair do veículo, já a criança menor estava presa as ferragens , e foi socorrida em seguida pela Equipe do Corpo de Bombeiros  até o Hospital Municipal.

O esposo de Jessica identificado como sendo Rafael Olendino Castelari, entrou em óbito instantaneamente.

A Polícia Rodoviária Federal Também compareceu ao local para controlar o trânsito.

Por : Jaru Online

. . . . . . . . . 
.
 

A servidora pública municipal Juliana Almeida Giacomini foi assassinada na região de Theobroma. O corpo de Juliana foi localizado na manhã deste sábado (13) na Linha 599, zona rural de Theobroma.

Ela foi assassinada a tiros numa propriedade rural e a Polícia já tem um suspeito, que está foragido. Há suspeita de crime passional.

Juliana trabalhava no Hospital Municipal de Jaru e era pessoa bastante conhecida e querida no município e deixa um filho portador de necessidades especiais.

Em breve mais informações!

Fonte: Anoticiamais

WhatsApp-Image-2017-05-13-at-10.22.04-AM

Um mistério está rondando a cidade de Jaru, a Polícia Militar foi acionada via testemunhas na madrugada desta sexta-feira (12), pois havia ocorrido um tiroteio na Ponte do Rio Mororó no Setor 5 e que haviam vítimas baleadas, e até um corpo havia sido jogado no rio.

De imediato a Policia Militar se deslocou até o local do fato para averiguar a situação, ao chegar ao local só foi encontrado uma viseira de capacete, um boné vermelho, um isqueiro, um maço de cigarros e um Celular Samsung branco, mas as possíveis vítimas e os agentes não foram localizados.

De acordo com as testemunhas do sinistro, eles presenciaram três homens que estavam em uma motoneta Honda Biz e outra motocicleta Honda Titan, ambas de cores pretas, um dos elementos trajava camiseta branca e bermuda preta, arrastando um homem de cor branca e cabelo loiro, até próximo do rio Mororó e começaram a agredi-lo com golpes de capacete e também agrediram uma mulher naquela proximidade.

Em seguida das agressões, de acordo com as testemunhas, os elementos teriam efetuados disparos de arma de fogo contra essas pessoas que foram agredidas, baleando-os, e teriam jogado o homem no rio supracitado e a mulher teria fugido do local, não sabendo informar a que sentido ela foi e logo após, os agentes evadiram-se do local seguindo sentido setor 06, pela Rua Monteiro Lobato.

Segundo as testemunhas os pertences localizados pelos policiais são das vítimas agredida e baleadas.

Uma busca foi realizada nas proximidades do rio e nenhum corpo foi localizado no rio naquela área. Foram feitas também rondas pelas localidades no intuito e encontrar os possíveis suspeitos, mas também sem sucesso.

Diante dos fatos a ocorrência policial foi registrada na Delegacia de Policia Civil de Jaru para os procedimentos cabíveis que o caso couber.

FONTE: Alerta Rondônia