Foto de cachorro baleado gera comoção

O intenso confronto registrado na Rocinha nesta quinta-feira (25), levou pânico a quem vive na comunidade e no seu entorno. Por horas, moradores foram impedidos de sair ou entrar na comunidade, avenidas próximas foram interditadas, um policial foi morto, outro ficou ferido, além de um morador que também foi atingido.

Contudo, o tiroteio não vitimou apenas pessoas. Pelo menos dois cachorros foram atingidos por disparos de arma de fogo. Um dos animais, baleado no globo ocular, passa por cirurgia nesta sexta-feira (26) e perderá um dos olhos. O outro cão foi atingido na perna e foi socorrido por moradores.

A imagem do jovem carregando o animal ferido viralizou nas redes sociais e até o momento já tem mais de 1.200 compartilhamentos numa rede social. Diferentemente do que muitos pensaram, o rapaz não era dono do cachorro. Taz estava na laje de uma casa e foi vítima de uma bala perdida, durante a operação. Ao ver o cachorro ferido, o menino subiu na casa e o socorreu. Ele foi levado ao veterinário e está fora de perigo.

Já o caso do segundo animal é mais grave. Ele vive nas ruas da Rocinha e, durante o tiroteio, foi baleado no olho. Além do tiro, que provocou a perda de uma das vistas, o animal possui ainda outras doenças, agravando ainda mais seu estado de saúde.

O animal foi resgatado, levado a um veterinário e já possui um lar temporário, porém, antes de ganhar uma casa, ele precisará de tratamento. Além do tiro, ele tem uma doença transmitida por carrapatos e câncer. A pessoa que o resgatou informou que ele também começará hoje a quimioterapia.

Para conseguir arcar com os custos do tratamento, a mulher recorreu às redes sociais:

“Amanhã ele fará a cirurgia para retirada do globo ocular perfurado e infelizmente descobrimos que ele está com a doença do carrapato e um tipo de câncer venéreo. Iniciou também a quimioterapia. Precisamos de ajuda para os custos de cirurgia, quimioterapia e exames… Farei o que eu puder e quem quiser ajudar será muito bem vindo”, escreveu.

O tiroteio na Rocinha teve início com uma operação do COE (Comando de Operações Especiais) nas primeiras horas do dia. Os policiais foram recebidos a tiros em vários pontos da comunidade. A ação terminou com três suspeitos presos e outro ferido. Desde setembro, a Polícia Militar atua no local, com reforço de mais de 550 PMs e operações frequentes.

Fonte:  R7

Comentarios

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here