Menino alérgico morre após ser ‘perseguido’ com leite na escola

Jovem de 13 anos sofreu choque anafilático

Um menino de 13 anos, alérgico a lactose, morreu depois de ter sido perseguido com queijo na escola, e de  ter sido jogado leite em sua cabeça. O caso aconteceu em junho do ano passado, mas a autopsia foi revelada nesta semana.

Karanbir Cheema sofreu uma reação alérgica na Escola Secundária  William Perkin Church.

Segundo o Mirror, o estudante era severamente alérgico a trigo, glúten, e todos os produtos lácteos, ovos e nozes. Era, ainda, asmático e sofria de eczema atópico. Na sequência da perseguição de que foi alvo, ele sofreu um choque anafilático.

Quando os serviços de emergência foram chamados, foi dada a indicação apenas de que ele sofria uma reação alérgica. O jovem não conseguia respirar e acabou ficando inconsciente, acabando por morrer.

A autópsia, revela em tribunal, concluiu que o jovem foi vítima de uma “brincadeira”,  que acabou em tragédia.

NOTÍCIAS AO MINUTO

Comentarios

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here