Operação ADIUNCTURUS contra o tráfico de drogas prende 17 pessoas, drogas e arma em Costa Marques e São Francisco do Guaporé/RO.

A Polícia Civil prendeu com apoio da Polícia Militar 18 pessoas durante uma operação contra o tráfico de drogas na manhã desta quinta-feira (22) em São Francisco do Guaporé e Costa Marques.

A operação foi nomeada como “ADIUNCTURUS” união das Forças e cumpriu 14 mandados de prisão, e 14 mandatos de busca e apreensão em três cidades do estado. Outras quatro pessoas foram presas em Costa Marques, uma em Presidente Médici e a última em Cujubim / RO.

A polícia também cumpriu mandatos em Costa Marques, cidade onde funcionariam bases da quadrilha para a venda de entorpecentes. “As investigações tiveram início em janeiro de 2018. Um caso foi ligando ao outro e resultou na operação”, explicou o delegado Fred Mercury.

Ao todo, foram dois meses de investigações até que a polícia chegasse aos criminosos. Segundo a polícia, essa era a maior quadrilha de tráfico de drogas na região.

Era uma quadrilha meio que estruturada onde seus membros possuíam afazeres e alguns se passaram prestadores de serviços até com empresas e lojas de móveis usados para tentar despistar o envolvimento com o tráfico e comercialização de drogas na região fronteiriça com a Bolívia.

A operação foi concretizada com três modulares de investigação:

Na primeira com a prisão Cláudio Nascimento da Silva, vulgo Paulista preso na cidade de Novo Horizonte com substância entorpecente de pouco mais de um quilo de maconha.

Paulista, empresário no ramo de marcenaria e móveis planejados foi preso em abordagem policial após meses de investigação da Polícia quando transportava a droga para a cidade de São Francisco no interior de uma mochila num taxí.

Na segunda com a prisão de quatro pessoas identificadas por Laudicéia da Silva Xavier de 27 anos e o esposo Joílson Gomes da Silva de 26 anos que trabalhava em construção de obras e Elivelton dos Santos de Souza de 24 que trabalhava numa Auto Elétrica e Cleiton Jhonatas da Silva Silveira de 23 anos empresário de uma loja de móveis usados na cidade denominada Pregão Móveis estabelecida na região central da cidade. O quarteto foi preso transportando num táxi três tabletes de substancia entorpecente com aproximadamente 345 g de pasta base de cocaína. O quarteto é acusado também de fazer parte do grupo que agia criminosamente na comercialização de entorpecentes.

Finalizando com a terceira fase, foi preso Jonas brito Mendonça vulgo TEL na cidade de Cujubim integrante do grupo e cunhados dos dois irmãos Ailton Teixeira e Altair Teixeira que também foram presos na operação ADIUNCTURUS, Ailton Teixeira preso em Presidente Médici juntamente com a esposa Fábia Talavera Gomes dentro de ônibus interestadual. Já Altair Teixeira preso através do mandato de prisão e busca e apreensão em sua residência.

Os envolvidos Juliano Freitas de Souza de 18 anos (o padeirinho), Magno Rocha, Josiel Pereira Rocha ( o baianinho) e Francisco Faustino da Cruz ( o kiko) presos nas suas respectivas casas, com apreensão de balanças de precisão e objetos de procedência duvidosa. Na residência de Baianinho foi apreendida uma arma do tipo garrucha.

Já na cidade de Costa Marques, houve busca e apreensaão em quatro residencias e quatro pessoas foram presas as quais foram identificadas por: Edilson Alves de Souza, Manoel Santana da Silva, Mario Soliz, Eudes Brito Azevedo da Silva

 

 

Os elementos de provas são fortes com meses de investigação sobre o tráfico e comercialização de drogas e responderão também por associação criminosa ao tráfico de drogas.

Matéria/Fotos: www.rotacomando.com.br

Comentarios

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here