PT vai recorrer à ONU e ao STF por candidatura de Lula

O Partido dos Trabalhadores (PT) decidiu nesta segunda-feira (3) entrar com recursos no Supremo Tribunal Federal (STF) e no Comitê de Direitos Humanos da ONU para manter a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva nas eleições de outubro.

A decisão foi anunciada pelo candidato a vice-presidente na chapa do PT, o ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad, depois de participar de uma reunião com o petista na sede da Polícia Federal (PF) em Curitiba. “O presidente Lula tomou a decisão de peticionar junto à ONU para que se manifeste sobre a decisão das autoridades eleitorais brasileiras em relação à determinação da ONU para que sua candidatura fosse registrada”, explicou Haddad. Além disso, a expectativa do ex-prefeito é que o STF conceda uma decisão liminar sobre Lula até a terça-feira (11) da próxima semana. “Vamos apresentar os recursos hoje (3) para a ONU, amanhã (4) para o STF com pedido de liminar. Essa liminar pode ser atendida de pronto, amanhã, na quarta-feira, aí depende mais do Supremo Tribunal Federal do que de nós. Vamos tomar providências para garantir que o povo possa escolher seu presidente”, disse, em coletiva de imprensa.

Por 6 votos a 1, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu na madrugada do último sábado (1) rejeitar o pedido de registro de candidatura de Lula à Presidência da República nas eleições de outubro. A decisão foi tomada a partir de 16 impugnações à candidatura apresentadas ao tribunal.

Com a medida, Lula não pode mais aparecer no programa eleitoral para presidente, veiculado no rádio e na televisão, até que o PT faça a substituição por outro candidato. O ex-presidente também terá o nome e foto retirados da urna eletrônica. O partido tem 10 dias para indicar o substituto.

(ANSA)

Comentarios

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here