Travestis destroem carro de Uber que negou transporte em Várzea Grande

Um motorista do aplicativo Uber teve o carro destruído por três travestis, moradoras de um condomínio no bairro Nova Várzea Grande, na Cidade Industrial. Com pedaços de pau e pedras, elas danificaram o carro dele.

Um morador do condomínio registrou a ação das mulheres. De acordo com informações, a confusão ocorreu porque o Uber se recusou a atender a corrida.
Em seguida, as travestis se dirigem ao carro com objetos e depredam o carro. Elas não cederam aos apelos do motorista. “Não façam isso pelo amor de Deus”, pede o motorista desesperado.
Os apelos são em vão. O para-brisa e a lateral do carro ficam danificadas. As autoras alegaram serem vítimas de homofobia. “Ele não quis levar a gente, porque somos veado”, disse uma.
A confusão só acaba quando a equipe de segurança do condomínio intervém. O motorista e as travestis seguem discutindo, porém sem agressões. “Elas destruíram meu carro, velho. O meu Deus”, lamentou o motorista, já chorando.
De acordo com informações, o motorista comprou o carro recentemente para trabalhar como Uber. A noite, ele ainda trabalha como entregador de pizza.

Fonte:Lapada Lapada

Comentarios

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here