Pit bull que assustava moradores é morto por PM e dono é preso após ameaças em Vilhena

Dono do animal dizia que “tinham que respeitá-lo porque ele era parente de delegado, já teria batido num tenente”


PostsRelacionados

Usando técnicas de defesa pessoal, um sargento da Polícia Militar matou, com as próprias mãos, um cão da raça pit bull no final da tarde desta terça-feira, 31, em Vilhena. O fato aconteceu Rua 8502, 470, no bairro Assossete.


O animal, conforme as denúncias, apresentava risco aos moradores daquela região e até atacou outro policial. O dono do cachorro, identificado como Izaias de Paula, de 55 anos, foi preso.


De acordo com o Boletim de Ocorrência (B.O) registrado na Unisp, uma guarnição da Polícia Militar (PM) foi acionada a comparecer no endereço citado, onde os vizinhos relataram que  Izaias estaria nervoso na rua e o seu animal da raça pitbull vive assustando todas as pessoas que passam pelo local.

Narra o B.O que nesta terça-feira, 31, Izaias discutiu com outro homem na rua, ameaçando soltar o animal para atacá-lo, mas este o prendeu no quintal.

Os PMs, o cabo Rizo e o sargento Damasceno, atenderam a ocorrência e foram até a casa de Izaias. Os policiais afirmam que, ao tentar dialogar, o dono e apresentou agressivo, desacatando-os, falando que tinham que respeitá-lo porque ele era parente de delegado, já teria batido num tenente e não tinha medo de ninguém.

O B.O informa que Izaias abrir o portão da casa gritando e falando que iria cortar todos os vizinhos no tesado e que iriam ver com quem estavam falando. Neste momento, o cachorro escapou do quintal vindo a atacar CB PM Rizo, onde este, para se defender, efetuou um disparo de calibre 12, mas não atingindo o animal, perdeu logo o equilíbrio e caiu ao solo, onde o animal pulou novamente em seu rosto no intuito de mordê-lo.

Foi quando o sargento Damasceno, no ato rápido, conseguiu agarrar e matar o animal usando de técnica de defesa pessoal, via estrangulamento de nome “mata leão”.

Após o fato, o dono ficou mais nervoso e, dizendo que iria matar todo mundo, se apoderou de um pedaço de pau e tentou agredir os populares que ali passava.


Diante do fato foi preciso usar de técnicas policiais para conter o ânimo de Izaias, que foi algemado e preso.

Ainda, aos policiais, os vizinhos relataram que o dono treinava o animal para o ataque e que ficava constantemente solto na rua, representando um risco grande para quem passava e vive nas proximidades.


Os policiais Informaram que durante a confecção da documentação, Izaias se debatia na cela causando lesões.

 

Fonte  : Extra de Rondônia


Comente este post

tesdte

Login to your account below

Fill the forms bellow to register

Retrieve your password

Please enter your username or email address to reset your password.